Abmalls: nova associação empresarial vai reunir centros comerciais, os strip malls

A indústria brasileira dos centros comerciais horizontais, conhecidos nos setores imobiliário e varejista como strip malls, agora terá uma entidade específica para representá-la. A Associação Brasileira de Strip Malls (Abmalls) acaba de ser criada, na esteira do avanço desse segmento no país.
A Abmalls será presidida por Marcos Saad, empresário que comanda a MEC Malls, especializada no desenvolvimento e gestão de centros comerciais do gênero. Segundo ele, uma das vantagens dos strip malls é a estabilidade do retorno financeiro pela fidelização do público local.
“Nada mais cômodo que encontrar, no caminho de casa, no próprio bairro ou próximo do local de trabalho, um centro comercial com diversas lojas e serviços que facilitam o dia a dia. Isso faz com que o público fique cativo e opte pelo strip mall. É o mesmo público do shopping center tradicional em outro momento de consumo”, diz Saad, em comunicado. “Os strip malls são centros comerciais de rua muito bem organizados.”
Um dos objetivos da nova entidade será reunir dados sobre a indústria – que, ainda que em visível crescimento, não tem estatísticas para atestar esse avanço. A Abmalls também pretende defender os interesses de seus associados nas demandas com os órgãos públicos. A gestão da associação será feita pela GS&Malls, empresa do Grupo GS& Gouvêa de Souza.
Além de horizontais, com apenas um piso, esses centros comerciais são formados por uma faixa de lojas com visibilidade e acessos facilitados e contam com um amplo estacionamento em seu entorno. Bastante consolidados nos Estados Unidos, os strip malls ganharam terreno no Brasil nos últimos anos. Por aqui, o mix de lojas normalmente inclui conveniência, serviços e alimentação.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta