Três lições sobre eventos corporativos dadas por uma série da Netflix

O estilista Karl Lagerfeld (1933-2019) em um dos episódios da série "Reta Final", da Netflix (Foto: divulgação)

A série documental Reta Final (no original, 7 Days Out), produzida pela plataforma de streaming Netflix, apresenta os bastidores dos últimos sete dias de preparação de alguns dos eventos mais famosos do mundo. Ao acompanhar o trabalho das equipes tão de perto, a produção também serve como uma lição sobre a organização de eventos corporativos e de entidades de classe.
Na série, os espectadores são apresentados à rotina dos últimos dias de preparação da mostra de cães Westminster Dog Show, do Kentucky Derby, uma das provas mais tradicionais do turfe internacional, de um desfile da Chanel – episódio que acaba sendo também uma homenagem ao estilista Karl Lagerfeld, morto no último dia 19/2 – e do campeonato de e-sports League of Legends. A atração mostra ainda os dias que antecederam a reabertura do requintado restaurante Eleven Madison Park, de Nova York, depois que ele chegou ao topo da lista dos 50 melhores restaurantes do mundo e o retorno da sonda Cassini, da NASA, após uma missão de 20 anos.
Abaixo, três lições que podem ser levadas para o universo dos eventos organizados pelas entidades de classe, segundo Samantha Whitehorne, editora do site Associations Now:
A prática leva à perfeição – ou quase
No episódio sobre a reabertura do Eleven Madison Park, os espectadores acompanham, por exemplo, funcionários simulando o atendimento, servindo nos pratos um molho imaginário e ensaiando como seria uma conversa com os clientes. Em seguida, um gerente faz observações sobre maneirismos que ele detectou no atendimento e até sobre as palavras escolhidas para a conversa. Com essa preparação extenuante, os funcionários ficam afiados e confiantes para a noite de abertura, que acaba sendo um sucesso. A mensagem: todos – incluindo os palestrantes convidados – podem se preparar melhor no período que antecede uma conferência ou evento organizado por sua associação.
Ninguém está livre de alguns percalços
Se há alguma lição a ser aprendida com a série é que nenhum evento funciona perfeitamente. Durante o episódio do Kentucky Derby, os organizadores têm que lidar com fortes chuvas no dia da corrida, o que resulta em algumas mudanças de última hora. E um forte odor no bar do Eleven Park Madison, resultado da construção de última hora, exige raciocínio rápido de Daniel Humm, um dos sócios (a solução envolve o uso de um maçarico). Os mais bem-sucedidos profissionais de planejamento de eventos são os que mantêm a calma e propõem soluções rápidas.
Você não pode trabalhar sozinho
Não importa o tamanho: grandes ou pequenos, eventos são o resultado de um esforço de equipe. A série destaca o papel de todos os envolvidos com a organização, incluindo floristas, costureiras, lavadores de pratos, fornecedores e técnicos de áudio e vídeo. No fim de cada episódio, há um momento de relaxamento, quando os líderes agradecem à equipe pelo excelente trabalho que fizeram. Ao planejar o seu próximo evento, lembre-se de que você tem colaboradores em quem pode confiar para fazer as coisas. E, por fim, reserve um tempo para celebrar seu sucesso assim que o evento terminar.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta