Pela primeira vez, Associação de Surf Profissional será presidida por uma mulher

A nova presidente da Abrasp, Brigitte Mayer (Foto: Fábio Maradei)

Mais uma conquista feminina no universo das associações – e também no esportivo. De maneira unânime, Brigitte Mayer foi eleita para presidir a Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp), o que faz dela a primeira mulher a comandar a entidade. A assembleia foi realizada no último fim de semana, durante a abertura do Circuito Brasileiro de Surf Feminino, em Ubatuba (SP).
A carioca Brigitte Mayer comandará a Abrasp pelos próximos dois anos e terá Paulo Motta, ex-competidor e agora juiz de surf, como vice-presidente. Pedro Falcão continuará como diretor-executivo da entidade.
LEIA TAMBÉM:
Apenas 37% das vagas em TI no Brasil são ocupadas por mulheres, diz associação
Em comunicação empresarial, mulheres já são maioria nos cargos de chefia no país
Maristela Cusin Longhi será a primeira mulher a presidir a Abimóvel
Ao lado de Brigitte, outras três mulheres ocupam posição de destaque. Suelen Naraisa, bicampeã brasileira, e Nathalie Martins, campeã sul-americana, serão conselheiras, enquanto Marina D’Amico foi nomeada como gerente comercial da entidade.
A nova presidente da Abrasp, de 50 anos, se dedica ao esporte há 36 – ela começou na modalidade, aliás, antes mesmo de a Associação existir; a Abrasp foi fundada em 1986. Ela foi campeã brasileira de surf profissional em 1998, quando foi realizado o primeiro circuito só para mulheres.
“É uma honra assumir esse cargo e poder continuar participando da história da modalidade, como tive a oportunidade como atleta”, disse a nova presidente ao tomar posse. “Agora quero tentar passar toda a minha experiência e a minha visão sobre o que eu acredito que o atleta precisa, como muito foco nos campeonatos. Vamos fazer um trabalho para revalorizar o Circuito Brasileiro. É isso que estamos precisando.”
A conquista de Brigitte Mayer ocorre na esteira da ascensão das mulheres a postos-chave do surf também fora do país. Em 2017, Sophie Goldschmidt, executiva inglesa com experiência com experiência em cargos de relevo na Rugby Football Union, na NBA, a liga de basquete profissional dos Estados Unidos, na Women’s Tennis Association (WTA) e na Adidas, assumiu o posto de CEO da World Surf League (WSL).

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta