Cinco dicas de uso do SMS para reduzir custos e alinhar comunicação

Leia também

O SMS está entre os meios mais utilizados na comunicação das empresas. De acordo com dados da publicação inglesa The Economist, são enviados mais de 20 bilhões de mensagens anualmente em todo o mundo, que são lidas, em 98% dos casos, em até 90 segundos.
No Brasil, a realidade não é diferente. Pesquisa da Accenture sobre o mercado corporativo de SMS mostra que, em 2017, o volume de mensagens de texto enviadas por empresas para consumidores finais (A2P) será de 6,6 bilhões no país. Desse total, 36% serão enviadas por bancos, segmento que lidera o uso de SMS para comunicação no País. Transporte e logística (8%),  saúde e educação (7%), administração pública (7%), varejo (5%), serviços residenciais (4%), e hospitalidade e turismo (4%) são outros setores que utilizam com frequência esse meio de comunicação. E a tendência é de crescimento acelerado: alguns estudos já apontam que até 2018 o número de mensagens A2P deverá atingir 2,19 trilhões.
Dados da Anatel mostram que o Brasil deverá ter mais de 350 milhões de linhas de celulares até 2018, o que faz do SMS uma poderosa ferramenta para alcançar virtualmente consumidores de todo o país, em qualquer região.
Veja abaixo alguns tipos de comunicados de entidades e associações que podem ser enviados via mensagem de texto de forma bastante efetiva e com baixo custo:
● Pagamento de fatura/anuidade: informar com alguma antecedência a data de vencimento pode ser uma comodidade para o associado e aumentar o índice de pagamentos dentro do prazo. As mensagens podem informar o valor e até mesmo o código digitável do boleto bancário. A mensagem funciona também como um lembrete para as situações de atraso no pagamento.
● Atendimento ao associado: enviar número de protocolo de atendimento, status e retorno de determinadas solicitações pode ser mais ágil para a entidade e bem mais prático para o associado, que não precisa contatar a associação para checar respostas para suas demandas.
● Reuniões e eventos: convocação e lembretes sobre reuniões ordinárias e extraordinárias, alterações de agenda, programação de cursos e confirmação de eventos tornam a vida do associado bem mais fácil. Para a associação, também é uma maneira de atingir um público maior, de forma mais rápida e barata. E ainda é possível receber retorno do associado, também via SMS, com a confirmação da presença em tais iniciativas.
● Grupos de trabalho: envio de mensagens para uma base segmentada de associados, como um grupo de trabalho específico, permite agilidade para questões mais urgentes e maior alinhamento.
● Comunicação integrada: a mensagem instantânea também é uma ferramenta bastante eficaz para comunicar o associado que há alguma novidade que pode ser checada em outra plataforma da própria entidade ou associação, como website ou portal. Sempre que for feita alguma atualização nos outros canais digitais da organização, um alerta é enviado para o associado. Se incluir o link na mensagem, é possível já usar o próprio smartphone para acessar o novo conteúdo.
Mas apesar de o uso das mensagens instantâneas já ter sido bastante incorporado à nossa rotina, alguns cuidados quando se trata de ambiente corporativo devem ser tomados. Primeiro, é fundamental que o uso do SMS seja usado de forma profissional e aceito como um canal oficial da entidade. Para tanto, é preciso deixar claro para quem envia a mensagem quanto para quem a recebe, que se trata de uma comunicação formal. E este papel de valorização do canal está mais nas mãos da entidade. Há situações em que associados já deixaram de comparecer a uma reunião por não terem recebido o ‘invite’ por email e incluido, portanto, na sua agenda, apesar de o evento ter sido comunicado e confirmado por SMS. Situações como essa podem indicar que o canal não é reconhecido, está mal utilizado ou que faltou alinhamento entre entidade e associado.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

#NãoVolte: CEOs defendem que mundo não volte a ser como antes da pandemia

Um grupo de quase 50 líderes empresariais brasileiros, entre os quais estão mais de 30 CEOs, aderiu a uma campanha internacional que defende que...

O que coloca São Paulo entre os 100 maiores polos científicos do mundo

São Paulo está entre os 100 principais polos de produção científica do mundo, segundo um novo ranking, publicado neste início de setembro. A lista é um...

Filantropia aumenta a desigualdade em vez de reduzi-la, diz novo livro

A filantropia nunca foi tão intensa no mundo quanto nos dias de hoje, mas, em vez de ajudar a reduzir a distância de renda...

Carlos Brito, da AB InBev: os três pilares da liderança corporativa

Após mais de uma década, Carlos Brito pode estar perto de encerrar sua trajetória como principal executivo da Anheuser-Busch InBev. O Financial Times informou nesta...

As diferenças entre o boom de IPOs de 2020 e o de 2007

Se o ritmo atual se mantiver, o mercado de capitais brasileiro deve registrar um volume recorde de lançamentos de novas ações na B3. Nesta...