Mais de 60% dos brasileiros acham que a tecnologia está destruindo suas vidas

Leia também

Estudo global que ouviu mais de 18 mil pessoas em 23 países revela que mais de dois terços  da população do mundo não consegue imaginar sua vida sem internet. A informação faz parte do levantamento feito pela Ipsos, empresa global de pesquisa, com mais de 400 questões que retratam a relação das pessoas com a tecnologia.
Veja abaixo os principais dados consolidados:

  • 69% da população mundial não consegue imaginar sua vida sem internet;
  • No entanto, 23% ainda se sentem confusa com computadores e acha que nunca vai se acostumar com eles. A porcentagem entre os entrevistados brasileiros é de 36%, garantindo ao país o segundo lugar no ranking;
  • Mais de metade dos entrevistados (54%) dizem que não poderiam viver sem o seu smartphone. O índice brasileiro é 65%, deixando o país na quarta colocação;
  • 50% acreditam que o progresso tecnológico esteja destruindo suas vidas, sendo a preocupação maior nos mercados emergentes (58%) do que os mercados estabelecidos (45%). O Brasil é o terceiro país no ranking, com 62% concordando com a afirmação;
  • As gerações mais jovens estão mais preocupadas com o progresso tecnológico: a geração Z registrou um aumento de 13 pontos percentuais nos últimos dois anos de 37% para 50%.

A pesquisa entrevistou 18.180 adultos, de 16 a 64 anos, em 23 países: Argentina, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, China, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Indonésia, Itália, México, Japão, Peru, Polônia, Rússia, África do Sul, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Turquia, Índia e EUA.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

#NãoVolte: CEOs defendem que mundo não volte a ser como antes da pandemia

Um grupo de quase 50 líderes empresariais brasileiros, entre os quais estão mais de 30 CEOs, aderiu a uma campanha internacional que defende que...

O que coloca São Paulo entre os 100 maiores polos científicos do mundo

São Paulo está entre os 100 principais polos de produção científica do mundo, segundo um novo ranking, publicado neste início de setembro. A lista é um...

Filantropia aumenta a desigualdade em vez de reduzi-la, diz novo livro

A filantropia nunca foi tão intensa no mundo quanto nos dias de hoje, mas, em vez de ajudar a reduzir a distância de renda...

Carlos Brito, da AB InBev: os três pilares da liderança corporativa

Após mais de uma década, Carlos Brito pode estar perto de encerrar sua trajetória como principal executivo da Anheuser-Busch InBev. O Financial Times informou nesta...

As diferenças entre o boom de IPOs de 2020 e o de 2007

Se o ritmo atual se mantiver, o mercado de capitais brasileiro deve registrar um volume recorde de lançamentos de novas ações na B3. Nesta...