Transações financeiras pelo mobile banking crescem 140% em 2016

Pesquisa Tecnologia Bancária 2017 da Febraban, realizada pela consultoria Deloitte, identificou que o uso do mobile banking praticamente dobrou no Brasil de 2015 para 2016. No ano passado, foram realizadas nada menos do que 21,9 bilhões de transações bancárias, que representam um crescimento de 96% em relação ao período anterior. O volume de transações financeiras feitos por mobile aumentou ainda mais, 140%. Hoje, o canal tornou-se o preferido pelos brasileiros, com 34% do total de operações. Com isso, superou pela primeira vez o internet banking, que tem 23% do total.
Segundo o levantamento, 42 milhões de contas ativas no País dispõem desse recurso, um aumento de 27% na comparação com 2015. “O crescimento do mobile deve-se, em boa parte, à migração de operações feitas pelo internet banking e ATMs”, afirma Gustavo Fosse, diretor setorial de Tecnologia e Automação Bancária da FEBRABAN. “O uso do mobile deve crescer ainda mais com o avanço das contas totalmente digitais; o consumidor demonstra confiança nos canais digitais, e o setor vem investindo para oferecer cada vez mais funcionalidades e segurança para as transações bancárias.”
A expansão do uso do mobile banking faz parte de um fenômeno global. Há três fatores atuando em conjunto: o aumento progressivo do número de smartphones, o surgimento de planos 3G mais populares e também a popularização dos aplicativos nessas plataformas. De acordo com estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgado em abril, o Brasil terá um smartphone para cada habitante até outubro.
Assim como ocorre em startups do Vale do Silício, o ritmo de inovação em tecnologia bancária é frenético. Foram investidos R$ 18,6 bilhões nessa área no Brasil em 2016, de acordo com a pesquisa da FEBRABAN.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta