Financial Times terá mulher no comando pela primeira vez em 130 anos

0
2

Cento e trinta anos após a sua fundação, o inglês Financial Times terá, pela primeira vez, uma mulher no comando da publicação. A libanesa Roula Khalaf, que trabalha no jornal desde 1995, foi a escolhida para assumir o posto.

LEIA TAMBÉM:
Nada de vídeos: Washington Post quer que TV seja para ler notícias
“Loucas mentiras”: a furiosa carta do diretor de A Rede Social para Mark Zuckerberg
Apenas 13% das empresas têm mulheres como presidente

A jornalista vai substituir Lionel Barber, que estava na função havia 14 anos e na empresa desde 1985. A transição já era algo programado: desde 2016, Roula era a vice de Barber, após ter sido escolhida em um processo que avaliou cinco candidatos internamente.

Roula Khalaf havia sido correspondente e editora para Oriente Médio em Londres (ela fala inglês, francês e árabe), além de editora de assuntos internacionais. Já a experiência de Barber estava mais ligada a Europa e Estados Unidos (ele chefiou a sucursal de Washington).

Uma das mais renomadas publicações do mundo voltadas à economia, o Financial Times tem mais de 1 milhão de assinantes, sendo 650 mil de sua versão digital. Em 2015, a Person vendeu o jornal ao grupo japonês Nikkei, em uma transação estimada em US$ 1,32 bilhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui