Com piora da crise do coronavírus, índice de ações “fique em casa” naufraga

zoom coronavírus
Até 13 de março, as ações da Zoom acumularam alta de quase 60% em 2020

No fim de fevereiro, a empresa de investimentos americana MKM Partners divulgou uma relação de ações de companhias que, em sua avaliação, tenderiam a se valorizar com o aumento do número de casos de Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. Mais gente trabalhando de casa poderia significar ganhos para empresas que atuam em segmentos como delivery de refeições, jogos eletrônicos e redes sociais, segundo os analistas da MKM.

O raciocínio faz sentido, mas, até o momento, não se prova na prática. O “índice fique em casa” está com desempenho tão ruim quanto todas as bolsas do mundo – e, em alguns casos, até pior. Dos 33 papéis que, na avaliação da MKM, tinham potencial de se valorizar com a pandemia, apenas nove acumulam alta em 2020, segundo um levantamento feito pelo Vida de Empresa.

A pesquisa considerou os preços de fechamento da última sexta-feira (13/3). Uma das ações que estão na lista é a da Netflix, apontada por vários analistas como possível “ganhadora” (se é que cabe o termo) na crise do coronavírus. No entanto, essa valorização não é firme. Até sexta-feira, seus papéis acumulavam alta de 3,93%, mas, nesta segunda, antes do encerramento dos negócios, a Netflix acompanhava as fortes perdas dos mercados globais e já passava a registrar perdas no acumulado de 2020.

Dos 33 papéis da lista, 12 tinham desempenho inferior até mesmo que o do S&P 500, índice de referência da Bolsa de Nova York, que perdeu 16,09% até a última sexta. A maior desvalorização, de 65,35%, foi a da Blue Apron, que atua no segmento de alimentos pré-prontos. Na outra ponta, a maior valorização, de 57,95%, foi a da Zoom, empresa de tecnologia que oferece serviços de conferência remota.

Veja a seguir o desempenho das ações do “índice fique em casa” em 2020:

As ações em alta

Zoom
Setor: serviços de conferência remota
Variação em 2020: 57,95%

Diamond Eagle
Setor: companhia com propósito específico de aquisição (SPAC, na sigla em inglês)
Variação em 2020: 16,36%

JD.com
Setor: comércio eletrônico
Variação em 2020: 12,72%

Clorox
Setor: produtos de limpeza
Variação em 2020: 9,27%

Zynga
Setor: jogos eletrônicos
Variação em 2020: 7,03%

Atlassian
Setor: ferramentas para gestão de projetos
Variação em 2020: 6,32%

Netflix
Setor: vídeos por streaming
Variação em 2020: 3,93%

New York Times
Setor: mídia
Variação em 2020: 3,08%

Citrix Systems
Setor: softwares de trabalho remoto e computação na nuvem
Variação em 2020: 2,50%

…e as ações em baixa

Campbell Soup
Setor: alimentos enlatados
Variação em 2020: -0,28%

Activision Blizzard
Setor: jogos eletrônicos
Variação em 2020: -0,64%

Tencent Music
Setor: música por streaming
Variação em 2020: -2,90%

Amazon
Setor: comércio eletrônico
Variação em 2020: -3,40%

Sturm Ruger & Company
Setor: armas de fogo
Variação em 2020: -4,42%

eBay
Setor: comércio eletrônico
Variação em 2020: -5,87%

Okta
Setor: acesso remoto a redes corporativas
Variação em 2020: -7%

Purple Innovation
Setor: fabricação de travesseiros e almofadas
Variação em 2020: -7,92%

Alibaba
Setor: comércio eletrônico
Variação em 2020: -8,53%

Slack
Setor: serviço de mensagens instantâneas
Variação em 2020: -12,86%

Central Garden & Pet Co.
Setor: produtos para jardinagem e animais de estimação
Variação em 2020: -15%

Alarm.com
Setor: serviços de monitoramento e automação residencial
Variação em 2020: -15,08%

Facebook
Setor: rede social
Variação em 2020: -17,04%

Sirius XM
Setor: radiodifusão
Variação em 2020: -17,48%

Zillow
Setor: aluguel online de imóveis
Variação em 2020: -20,90%

Boingo Wireless
Setor: internet sem fio
Variação em 2020: -20,91%

Shutterstock
Setor: banco de imagens e arquivos de áudio
Variação em 2020: -21,18%

GrubHub
Setor: delivery de refeições
Variação em 2020: -22,14%

Match
Setor: sites de relacionamentos, entre eles o Tinder
Variação em 2020: -26,35%

Peloton
Setor: equipamentos para exercícios físicos
Variação em 2020: -30,56%

Yelp
Setor: avaliação de estabelecimentos e delivery de refeições
Variação em 2020: -32,41%

Nexstar Media
Setor: redes de TV
Variação em 2020: -34,50%

Sonos
Setor: sistemas de som inteligentes
Variação em 2020: -45,90%

Blue Apron
Setor: alimentos pré-prontos
Variação em 2020: -65,35%

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta