Coronavírus: home office vira opção para 43% das empresas, diz pesquisa

0
12

O home office tornou-se o principal modelo de trabalho para 43% das empresas brasileiras durante a crise do coronavírus. O dado aparece em uma pesquisa da consultoria Betania Tanure Associados (BTA), que entrevistou representantes de 359 companhias.

Segundo o levantamento, entre as empresas que adotaram o sistema, cerca de 60% dos funcionários estão trabalhando de casa. Para se adaptar ao modelo, a dificuldade mais citada foi a alteração das atividades presenciais para virtuais, com 61% das respostas. Na sequência, pela ordem, apareceram gerenciamento remoto da equipe (45%), infraestrutura tecnológica (43%), aplicação do trabalho remoto a todos os níveis da organização (40%) e o nível de digitalização dos processos (20%).

A pesquisa da BTA mostra que as ações das empresas estão sendo bem recebidas pelos seus funcionários. Para 91% deles, a percepção é de que as empresas adotaram atitudes positivas em relação ao coronavírus. No entanto, 80% dos profissionais acreditam que o setor em que atuam será negativamente afetado pela pandemia.

A pesquisa entrevistou pessoas em cargos de presidência, vice-presidência, diretoria, gerência, entre outros. Do total, 82% são homens.

Clique aqui e leia no Vida de Empresa histórias sobre como as companhias estão enfrentando o coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui