WhatsApp reduz em 70% a disseminação de notícias falsas sobre a covid-19

Leia também

No início de abril, o aplicativo de mensagens WhatsApp passou a limitar o compartilhamento de conteúdos a uma conversa por vez, em uma decisão tomada para tentar conter a disseminação de notícias falsas sobre a covid-19. Desde a mudança, adotada em todo o mundo, o número de reenvios de mensagens com altíssima taxa de compartilhamento caiu 70%, de acordo com o aplicativo.

Antes da medida, o limite de reenvio era de cinco. A decisão foi tomada em meio a preocupações crescentes de governos, autoridades e especialistas de que o aplicativo estava permitindo a proliferação de fake news sobre a pandemia, potencialmente colocando em risco a saúde pública.

“Desde a implantação desse novo limite, globalmente houve uma redução de 70% no número de mensagens altamente encaminhadas. Essa mudança está ajudando a manter o WhatsApp um lugar para conversas pessoais e privadas”, disse um porta-voz do aplicativo ao site TechCrunch. “Estamos comprometidos em fazer a nossa parte para lidar com mensagens virais.”

O porta-voz não disse nada que sugerisse que o limite será aumentado quando a pandemia estiver sob controle. Assim, é possível supor as restrições serão mantidas por um bom tempo – e talvez possam até ser um recurso adotado pelo aplicativo de maneira permanente.

O teto de cinco reenvios foi adotado em 2018, quando ainda era possível encaminhar os conteúdos para 20 contatos ou grupos. Segundo o aplicativo, desde que essa mudança ocorreu, o volume de reencaminhamentos havia caído 25% em todo o mundo.

Clique aqui e leia no Vida de Empresa histórias sobre como as companhias estão enfrentando o coronavírus.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

#NãoVolte: CEOs defendem que mundo não volte a ser como antes da pandemia

Um grupo de quase 50 líderes empresariais brasileiros, entre os quais estão mais de 30 CEOs, aderiu a uma campanha internacional que defende que...

O que coloca São Paulo entre os 100 maiores polos científicos do mundo

São Paulo está entre os 100 principais polos de produção científica do mundo, segundo um novo ranking, publicado neste início de setembro. A lista é um...

Filantropia aumenta a desigualdade em vez de reduzi-la, diz novo livro

A filantropia nunca foi tão intensa no mundo quanto nos dias de hoje, mas, em vez de ajudar a reduzir a distância de renda...

Carlos Brito, da AB InBev: os três pilares da liderança corporativa

Após mais de uma década, Carlos Brito pode estar perto de encerrar sua trajetória como principal executivo da Anheuser-Busch InBev. O Financial Times informou nesta...

As diferenças entre o boom de IPOs de 2020 e o de 2007

Se o ritmo atual se mantiver, o mercado de capitais brasileiro deve registrar um volume recorde de lançamentos de novas ações na B3. Nesta...