Coronavírus: em busca de fabricante, designer faz de máscaras um acessório fashion

Leia também

O designer Joe Doucet, de Nova York, repensou as máscaras de proteção contra o novo coronavírus e as transformou em um acessório fashion. O conceito desenvolvido por Doucet ainda não está nas ruas, mas, como cada vez mais a pandemia parece distante do fim, é possível que a ideia vire de fato produto. E o designer está em busca de parceiros para produzir as peças.

No projeto, as máscaras foram imaginadas como uma espécie de óculos de sol, com a diferença de que eles cobririam todo o rosto. Doucet diz ter desenvolvido os modelos a partir da pergunta “como podemos incentivar a adoção em massa de uma necessidade indesejada?”

Assim, seus equipamentos de proteção individual fashion vão além de simples adaptações dos modelos de máscaras cirúrgicas, que cobrem apenas boca e nariz. “Até que se crie uma vacina eficaz e que ela seja usada em um programa global de imunização em massa, todos teremos que adotar o distanciamento social e equipamentos de proteção em nossas rotinas diárias”, afirma o designer.

Doucet apresentou seu conceito para as novas máscaras no fim de abril, em sua conta no Instagram. Ele afirma que, desde então, já recebeu milhares de emails com pedidos de informações sobre como comprar as peças. O designer conta ainda que já está em contato com quatro diferentes empresas para começar a fabricar os modelos.

Muitos especialistas dizem que as máscaras que cobrem toda face, como as propostas por Doucet, são até mais eficientes para evitar o contágio do que as versões mais comuns, usadas em cirurgias. O designer acredita que seu conceito permite produção das peças com policarbonato, seguindo o modelo hoje adotado na fabricação de óculos de sol.

Clique aqui e leia no Vida de Empresa histórias sobre como as companhias estão enfrentando o coronavírus.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

Desemprego de jovens na pandemia pode criar “herança de décadas”

A pandemia ameaça criar uma geração perdida de jovens, afetados pelo aumento do desemprego e mais expostos a trabalhos precários. Mais de uma a...

Cresce o número de pessoas que evitam notícias sobre o coronavírus

Nos primeiros meses da pandemia, a busca por novidades sobre o assunto disparou. No fim de março, com o avanço do coronavírus, o tráfego...

Como Portugal tem combatido as fake news na pandemia

Por Marcos Freire*, de Ovar (Portugal), especial para o Vida de Empresa Parece não ser exagero dizer que as notícias sobre a pandemia - as...

Pandemia: anúncio com tom “estamos com você” já não mobiliza consumidor

Na pandemia, as pessoas passaram a consumir mais conteúdo - e isso inclui publicidade. Por um lado, isso reforça a importância de empresas e...

As vantagens dos escritórios que o home office (ainda) não tem

O trabalho remoto como norma, e não mais como exceção, tem sido amplamente considerado uma das mudanças trazidas pelo novo coronavírus que devem seguir...