Na contramão do mercado, 99 não demitirá na pandemia – e anuncia vagas

Leia também

Desemprego de jovens na pandemia pode criar “herança de décadas”

A pandemia ameaça criar uma geração perdida de jovens, afetados pelo aumento do desemprego e mais expostos a trabalhos precários. Mais de uma a...

Em pesquisa, startups decretam: trabalho presencial está com os dias contados

Com a pandemia, a era das empresas que dependem de amplos escritórios para abrigar suas equipes pode mesmo estar com os dias contados. A...

Pandemia: anúncio com tom “estamos com você” já não mobiliza consumidor

Na pandemia, as pessoas passaram a consumir mais conteúdo - e isso inclui publicidade. Por um lado, isso reforça a importância de empresas e...

Como Portugal tem combatido as fake news na pandemia

Por Marcos Freire*, de Ovar (Portugal), especial para o Vida de Empresa Parece não ser exagero dizer que as notícias sobre a pandemia - as...

Na contramão das demissões em série anunciadas por causa da crise do coronavírus, a empresa de mobilidade via aplicativo 99 revelou a seus funcionários que não reduzirá seu quadro de colaboradores no futuro próximo. Ao contrário: a companhia pretende contratar mais. No momento, ela tem mais de 30 vagas abertas no Brasil, para diferentes áreas.

No país, a 99 tem cerca de mil funcionários, além de 700 mil motoristas parceiros. Segundo o comunicado enviado a seus colaboradores na última quinta-feira (7/5), o compromisso de não demitir na pandemia está alinhado com o posicionamento de sua controladora, a chinesa DiDi Chuxing, em todos os mercados em que opera. A DiDi comprou a 99 em 2018.

No texto, o diretor geral da 99, Yang Mi, recorre ao exemplo da China para falar sobre a recuperação da demanda após a fase mais crítica da pandemia. “Temos um negócio sólido, com fundamentos que continuam fortes, especialmente no mercado chinês, no qual o volume de corridas já está em mais 60% do que havia na pré-pandemia”, disse. “Seguiremos trabalhando com muita energia e eficiência, como sempre fizemos, e precisamos continuar com a barra elevada para manter o alto desempenho do nosso time. Fiquem seguros.”

As vagas anunciadas pela empresa buscam interessados em trabalhar nos segmentos de mobilidade urbana e delivery. Essa operação faz parte da 99Food, braço de entregas que opera em Belo Horizonte, Curitiba e deve chegar a mais 12 cidades ainda neste mês de maio.

A manutenção dos empregos anunciada pela 99 é uma exceção no universo corporativo em geral – e no segmento de economia compartilhada em particular. Na semana passada, a Uber, concorrente da 99, informou que teve prejuízo global de US$ 2,9 bilhões no primeiro trimestre. A Uber já anunciou que irá cortar 3,7 mil postos de trabalho no mundo, o que representa 14% de toda a equipe.

Clique aqui e leia no Vida de Empresa histórias sobre como as companhias estão enfrentando o coronavírus.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

Desemprego de jovens na pandemia pode criar “herança de décadas”

A pandemia ameaça criar uma geração perdida de jovens, afetados pelo aumento do desemprego e mais expostos a trabalhos precários. Mais de uma a...

Cresce o número de pessoas que evitam notícias sobre o coronavírus

Nos primeiros meses da pandemia, a busca por novidades sobre o assunto disparou. No fim de março, com o avanço do coronavírus, o tráfego...

Como Portugal tem combatido as fake news na pandemia

Por Marcos Freire*, de Ovar (Portugal), especial para o Vida de Empresa Parece não ser exagero dizer que as notícias sobre a pandemia - as...

Pandemia: anúncio com tom “estamos com você” já não mobiliza consumidor

Na pandemia, as pessoas passaram a consumir mais conteúdo - e isso inclui publicidade. Por um lado, isso reforça a importância de empresas e...

As vantagens dos escritórios que o home office (ainda) não tem

O trabalho remoto como norma, e não mais como exceção, tem sido amplamente considerado uma das mudanças trazidas pelo novo coronavírus que devem seguir...