O que as empresas chinesas já aprenderam com a crise do coronavírus

Leia também

Os desafios sem precedentes impostos pela pandemia criaram nos últimos meses um cenário que permite entender como o universo corporativo se comporta em um momento de altíssimo estresse como o atual, inédito na história humana. Os aprendizados das empresas da China são particularmente valiosos, já que foi no país que o novo coronavírus surgiu.

Dois pesquisadores da universidade Harvard, nos Estados Unidos, e um executivo do setor de tecnologia da informação chinês mergulharam no tema para extrair os maiores aprendizados das companhias do país na crise do coronavírus. Das Narayandas, professor de administração da Harvard Business School, Vinay Hebbar, vice-presidente sênior de mercados internacionais da Harvard Business Publishing, e Liangliang Li, CEO da HUBS Education & Technology, fizeram uma pesquisa com mais de 350 executivos de nível sênior, além de terem feito 20 entrevistas mais detalhadas para saber como esses profissionais e suas empresas encararam a pandemia – e têm sobrevivido a ela.

Na lista há companhias estatais, multinacionais com operações na China e também empresas privadas locais. Os perfis, assim, foram variados, mas todas elas viram-se forçadas a ter que enfrentar cinco transformações rapidamente. “Adotar tecnologias digitais para poderem inovar; testar novos modelos de negócios; criar soluções para atender a demandas dos consumidores que ainda não haviam sido identificadas; desenvolver novas práticas e processos operacionais; e redefinir modelos de colaboração e trabalho em equipe”, escrevem eles em artigo para a Harvard Business Review.

Assim como sofreu com os impactos da covid-19 semanas antes do restante do mundo, a China foi também o país que primeiro pôde registrar de que forma a pandemia afetaria suas empresas e sua economia. “Está claro que muitos dos desafios que as companhias encararam vieram para ficar”, dizem os autores.

A partir dos questionários e entrevistas, o trio elaborou uma lista com 11 aprendizados que os líderes empresariais chineses tiveram na travessia dos primeiros meses da crise do coronavírus. Essas lições podem servir para guiar executivos no restante do mundo, de acordo com os autores.

As lições:

1 – Seja transparente sobre seus desafios;

2 – Adote novos meios para se comunicar;

3 – Acelere a transformação digital;

4 – Reorganize-se para melhorar o processo de tomada de decisão;

5 – Encontre novas formas de colaboração;

6 – Formalize e adote o trabalho remoto;

7 – Dê escala a iniciativas de treinamento permanente;

8 – Repense os modelos de avaliação dos colaboradores;

9 – Identifique oportunidades de trabalho voluntário;

10 – Ajude sua equipe a desenvolver resiliência;

11 – Construa uma empresa mais conectada.

Clique aqui e leia no Vida de Empresa histórias sobre como as companhias estão enfrentando o coronavírus.

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

#NãoVolte: CEOs defendem que mundo não volte a ser como antes da pandemia

Um grupo de quase 50 líderes empresariais brasileiros, entre os quais estão mais de 30 CEOs, aderiu a uma campanha internacional que defende que...

O que coloca São Paulo entre os 100 maiores polos científicos do mundo

São Paulo está entre os 100 principais polos de produção científica do mundo, segundo um novo ranking, publicado neste início de setembro. A lista é um...

Filantropia aumenta a desigualdade em vez de reduzi-la, diz novo livro

A filantropia nunca foi tão intensa no mundo quanto nos dias de hoje, mas, em vez de ajudar a reduzir a distância de renda...

Carlos Brito, da AB InBev: os três pilares da liderança corporativa

Após mais de uma década, Carlos Brito pode estar perto de encerrar sua trajetória como principal executivo da Anheuser-Busch InBev. O Financial Times informou nesta...

As diferenças entre o boom de IPOs de 2020 e o de 2007

Se o ritmo atual se mantiver, o mercado de capitais brasileiro deve registrar um volume recorde de lançamentos de novas ações na B3. Nesta...