Britânicos criam “ranking de estresse” de líderes corporativos

Leia também

Há comparativos internacionais que classificam os líderes das empresas a partir de dados como suas fortunas pessoais ou o desempenho operacional e o crescimento dos lucros de suas corporações. Uma nova ferramenta permitiu recentemente a criação de um novo ranking: o dos níveis de estresse dos executivos.

A lista foi elaborada pela equipe da SHL, empresa de recrutamento de talentos para a área de inovação que atua em países da Europa, Ásia e África, além dos Estados Unidos. Mike Thelwall, professor de tecnologia da informação da Universidade de Wolverhampton, no Reino Unido, criou a ferramenta usada na montagem do comparativo.

Batizada de TensiStrength, a ferramenta analisa a gramática, a pontuação e as palavras usadas em tuítes para avaliar os níveis de estresse de seus autores. A SHL comparou cerca de 150 mil tuítes que 222 líderes políticos e empresariais americanos e britânicos produziram entre os anos de 2009 e 2020. Os níveis de estresse foram classificados em uma escala de -1 a -5, com -1 representando “sem estresse” e -5 sendo “estresse extremo”. Para a lista final, os autores consideraram o percentual de tuítes classificados entre -3 e -5.

Rupert Murdoch, fundador da News Corp., apareceu no topo: um em cada três de seus tuítes sugerem que o magnata das comunicações australiano – e radicado nos EUA – estaria com os nervos no limite quando os postou. Na sequência ficaram, pela ordem, Bill Gates criador da Microsoft, e Pierre Omidyar, CEO da plataforma de comércio eletrônico eBay.

A pandemia aumentou os níveis de tensão entre homens e mulheres de negócios, é verdade, mas não deixa de ser curioso que Murdoch tenha ficado em primeiro no comparativo: sua conta no Twitter está inativa desde 2016.

A seguir, os dez “campeões do estresse”, segundo o ranking:

1 – Rupert Murdoch (CEO e fundador da News Corp.): 31,4%

2 – Bill Gates (fundador da Microsoft,): 26,8%

3 – Pierre Omidyar (CEO do eBay): 24,2%

4 – Reed Hastings (CEO da Netflix): 13,3%

5 – Tim Cook (CEO da Apple): 12,7%

6 – David Einhorn (presidente da Greenlight Capital): 11,3%

7 – Ayah Bdeir (CEO da littleBits): 11,1%

8 – Evan Kirstel (cofundador da eViRa Health): 10,2%

9 – Sarah Kunst (CEO da Cleo Capital)

10 – Richard Branson (fundador da Virgin): 9,5%

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes