Bancarização criada com auxílio emergencial ajuda a turbinar Black Friday, diz Nielsen

Leia também

No atípico ano de 2020 o novo coronavírus fez com que muitos consumidores vencessem resistências ao comércio eletrônico. E, com o Auxílio Emergencial pago por causa da pandemia, muitas pessoas passaram a ter conta em banco e, assim, acesso ao e-commerce. Para a Ebit|Nielsen, referência em dados de e-commerce no Brasil, ambos os fatores devem ajudar a turbinar a black friday deste ano.

A Ebit|Nielsen  estima que a Black Friday deste ano vai crescer em ritmo superior ao registrado no período de descontos do ano passado. Pelas contas da empresa, a principal datas de ofertas do varejo de 2020 vai superar as vendas do ano anterior em 27%, ritmo mais intenso que a alta de 23,6% registrada no evento de promoção de 2019 em relação a 2018. 

Os resultados do principal dia de comércio eletrônico do Brasil, superando datas como Natal, Dia das Mães, Dia dos Namoradas e Dia das Crianças, devem ajudar o país a fechar 2020 com uma alta de 38% no e-commerce sobre o ano de 2019, que havia crescido 16,3% sobre o ano anterior. 

A criação de contas digitais para pagamento do auxílio emergencial contribuiu para uma maior bancarização da população brasileira. Esse fator também é visto pela Nielsen como um fator que deve ajudar a impulsionar o comércio, aliado ao hábito cada vez mais comum de realizar compras pela internet — que foi potencializado pela Covid-19.

O resultado poderia ser ainda mais otimista, segundo a Ebit|Nielsen, se não fosse a redução do valor pago como auxílio emergencial pelo governo federal em resposta à pandemia. O benefício, criado em abril, foi prorrogado até o final do ano, mas com um valor menor — caiu de R$ 600 para R$ 300.

“Os números para este ano e para a Black Friday são muito expressivos por refletir a adaptação do consumidor às compras online. Nesta pandemia, o e-commerce se tornou um porto seguro ao substituir de forma eficiente e prática o ambiente físico”, afirmou a líder de Ebit|Nielsen, Júlia Ávila. 

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

Em dois anos, empresas que não se modernizarem parecerão do século passado, diz Monica de Bolle

Monica de Bolle, professora da Johns Hopkins University e pesquisadora sênior do Peterson Institute for International Economics, ambos em Washington, afirma, em entrevista exclusiva...

Insead aponta ferramentas para transformar suas ideias em realidade

Um artigo publicado na prestigiosa escola de administração europeia Insead apontou quais ferramentas são necessárias para transformar uma inovação em uma inovação bem-sucedida. O...

As entregas do e-commerce precisam ser tão rápidas?, questiona Correos da Espanha

Em tempos de Black Friday, quase tão importante quanto os descontos são os prazos para entregas. Se antes a disputa era por dias, agora...

Grupo brasileiro lança movimento CEOs pela Diversidade e Inclusão

Um grupo de CEOs de grandes empresas brasileiras lançará, no dia 26 de novembro, o Movimento Impacto - CEOs pela Diversidade e Inclusão. O...

Vacinas contra Covid-19 levam FMI a sugerir investimentos para a retomada econômica global

O otimismo gerado com notícias promissoras quase diárias sobre vacinas contra a Covid-19 levou o Fundo Monetário Internacional (FMI), em um texto desta terça-feira...