Banco Interamericano lança ferramenta para dar maior transparência a títulos verdes

Leia também

Panvel investe em energia sustentável para reduzir emissão de CO2 

Com o objetivo de suprir todas as suas lojas de rua com energia renovável até o fim de 2022, o grupo Panvel Farmácias deu...

Com o objetivo de aumentar os financiamentos verdes na América Latina e Caribe, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), lançou a Green Bond Transparency Platform (GBTP), uma ferramenta digital que dá maior transparência para o mercado de títulos verdes na região. A partir da padronização de informações sobre esses papéis, a expectativa é aumentar a confiança dos investidores de que os recursos das emissões de títulos estão sendo usados em projetos sustentáveis e que os impactos são adequadamente medidos.

Segundo dados do BID, no mundo todo, o mercado de títulos verdes atingiu um recorde de US$ 1,1 trilhão em emissões até 2020. Sendo que América Latina e Caribe representam 2% desse mercado, ou seja, há grande potencial de crescimento.

A plataforma on-line garante aos usuários acesso a dados sobre os recursos, impactos e metodologias para cada título verde na região, além de oferecer a possibilidade de filtrar informações para que os mesmos possam avaliar o desempenho ambiental a partir de diferentes critérios.

Com essa agilidade e transparência, o BID acredita que haverá um incremento no mercado de papéis sustentáveis e servirá de ajuda aos governos nacionais e municipais, bem como instituições financeiras e empresas a acessar o financiamento de que precisam para lidar com a mudança climática e fazer investimentos ambientalmente sustentáveis.

“Uma maior transparência é a chave para aumentar a confiança dos investidores de que a América Latina e o Caribe estão fazendo investimentos verdes sólidos e, assim, deixá-los mais dispostos a aumentar os investimentos na região”, disse Juan Antonio Ketterer, Chefe da Divisão de Conectividade, Mercados e Finanças do BID.

  • Veja aqui quais são as perguntas que a ferramenta responde:
  • Quais emissores emitiram títulos verdes?
  • Em que projetos os recursos de títulos verdes foram investidos?
  • Que projetos criaram quais impactos ambientais?
  • Quais modelos e emissões de títulos verdes receberam certificações e avaliações externas pré e pós-emissão e quem fez as avaliações externas?
  • Qual é o impacto dos títulos verdes no mercado e na carteira de investimentos da região?

Visite e saiba mais sobre a Green Bond Transparency Platform aqui .

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes

Pesquisa InfoJobs revela preconceitos sofridos por profissionais com mais de 40 anos

Uma pesquisa realizada pelo InfoJobs, empresa de tecnologias para recrutamento, revela que 70,4% dos profissionais entrevistados com mais de 40 anos disseram ter sofrido...

Brasil é o terceiro país das Américas em atração de investimentos de Venture Capital

O Brasil é hoje um dos principais mercados de Venture Capital. Segundo pesquisa realizada pela KPMG, nos três primeiros meses de 2021 o país...

Panvel investe em energia sustentável para reduzir emissão de CO2 

Com o objetivo de suprir todas as suas lojas de rua com energia renovável até o fim de 2022, o grupo Panvel Farmácias deu...

IEDI divulga carta com sugestões à Reforma Tributária

Reivindicada há anos pelo setor produtivo do país, a Reforma Tributária esbarra na falta de consenso entre o governo federal e o Congresso Nacional....

Fiergs lança portal para “diagnóstico” de indústria 4.0

Afinal, como está sua empresa em relação à chamada Indústria 4.0? Como sua organização trata o uso dos dados e inovações como robótica, inteligência...