“Dia de MOVER”, maior ação corporativa de letramento racial promovida no país

Leia também

A necessidade de conscientizar a sociedade sobre a importância de combater o racismo estrutural e mobilizar as pessoas para uma ação mais afirmativa no sentido de engajar a todos no combate a desigualdade racial no mercado de trabalho, tem feito com que as empresas invistam cada vez mais em ações neste sentido.  Esse é o caso da Ambev e de outras 46 empresas do Movimento pela Equidade Racial (MOVER) para uma reflexão sobre as desigualdades na sociedade e no mercado de trabalho.

A ação do “Dia do MOVER” acontece no dia 23.11 e , neste dia, os colaboradores das unidades da Ambev em todo o país farão uma pausa em suas atividades de rotina durante 1 hora para falar sobre racismo estrutural e sobre a importância do engajamento de todos no combate à desigualdade racial na sociedade e no mercado de trabalho.

O evento celebra um ano do compromisso público assumido pelo Movimento pela Equidade Racial (MOVER), do qual a Ambev é uma das 47 signatárias, e está em alinhamento com um de seus pilares de atuação: o de conscientização.

A iniciativa envolve a realização de uma live com rodas de conversa, vídeos, entrevistas e participação de personalidades reconhecidas na luta pela igualdade racial, como Luana Génot, diretora executiva do Instituto Identidades do Brasil (ID_BR); Grabriela Augusto, diretora da Transcendemos; e Helen Pedroso, diretora de Relações Institucionais da Rede Brasil do Pacto Global da ONU. Como signatária do MOVER, a Ambev reforçou seu compromisso público como agente de transformação da sociedade e do mercado de trabalho, somando forças com outras 46 empresas para evoluir coletivamente em uma jornada antirracista.

“Parcerias como essa são extremamente importantes para combater o racismo e reduzir a desigualdade nas empresas e sociedade. No ano passado, assumimos compromissos pela equidade racial dentro da Ambev e em nosso ecossistema. Neste ano, já avançamos em metas estabelecidas nas frentes de contratação e formação de lideranças e parcerias com empreendedores negros, por exemplo. É só o começo, sabemos que as mudanças são urgentes e reconhecemos nossa responsabilidade em promovê-las”, comenta Carla Crippa, vice-presidente de Relações com a Sociedade da Ambev Brasil.

 

- Publicidade -

Outras notícias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais recentes